Voltando às origens… capilares

Depois de todo processo, meu cabelo de volta ao loiro, em foto de costas, mostrando o tamanho médio das madeixas

Quem me acompanha pelas redes sociais, @cirdeleazevedo no Instagram e Cirdele Azevedo nas demais, já sabe que fui do loiro para o ruivo, e do ruivo para o loiro, em pouco mais de dois meses. Nesse post aqui tinha mostrado a primeira parte desse meu processo “sou camaleão, sou seu amor”, hahahahaha, e, agora, vou contar um pouco sobre meu retorno às origens capilares, ou seja, à loirice!

Meu desejo sempre foi ser ruiva por apenas uma temporada. Sabia que não seria pela vida toda, afinal minha alma é definitivamente loira, mas não imaginava que seria por um tão curto período de tempo, confesso. Me senti muito mulherão da porra sendo ruiva, hahahaha. Me senti sexy e sem mais minha “cara de menina”que, por vezes, me incomodou. O marido também amou a nova esposa e o pequeno nem estranhou a mudança da mamãe.

Depois de todo processo, meu cabelo de volta ao loiro, em fot de costas, mostrando o tamanho médio das madeixas

Tudo muito lindo, tudo muito ok… Até que, com apenas uma lavagem, já comecei a ver como desbotava rápido e, com 20 dias, a raiz loira já gritava. Com um mês eu vi o quanto não ser ruiva natural dá trabalho, kkkkkkk… Depois de muito pensar se mantinha o rubro ou voltava ao loiro, decidi voltar, tendo como empurrão maior outra grande mudança, dessa vez na vida da família e sobre a qual falo no próximo post, que se adiantou em um mês, então era a hora de acertar isso.

Toda e qualquer transformação cabalística requer cuidado e a escolha de profissionais nos quais você confie. Então, voltei aos meninos do Salão Original’e que, em apenas um processo, devolveram minha loirice. Obrigada, Val Guimarães, “mago das loiras”! Foi apenas um processo, mas que durou dez horas, entre descoloração, acertar o corte, tratar e escovar. No final, depois de todo cansaço, valeu a pena, pois não só estava loira, como também permanecia com os fios saudáveis.

Depois de todo processo, meu cabelo de volta ao loiro, em foto de perfil, mostrando só o cabelo

Um adendo aqui: Isso varia muito de pessoa para pessoa. No meu caso, meu cabelo “abre” muito fácil, por ser loiro natural, e também eu só tinha usado coloração uma única vez. Outra coisa, como já falei ali acima, é a escolha de profissionais que se importam com seu cabelo tanto ou até mais que você, hehehehe… No dia fizemos teste de mecha, para ver se as madeixas aguentariam passar por um processo tão pesado de descoloração, além da escolha de técnicas e produtos adequados.

Outra coisa que, tenho certeza, contribuiu muito para o sucesso desse processo, foi o fato de cuidar do meu cabelo há mais de um ano e meio, seguindo religiosamente um cronograma capilar, mais a técnica do Low Poo. Inclusive quero, muito em breve, trazer alguém aqui, com conhecimento de causa, para explicar detalhadamente sobre as duas técnicas para vocês. Depois disso, falarei sobre a minha experiência pessoal também.

Depois de todo processo, meu cabelo de volta ao loiro, em foto de perfil, mostrando só cabelo

Então é isso… Fui a louca da transformação, porém sigo com o cabelo no lugar e muito feliz com o resultado final. Agora vai demorar muito, mas muito tempo mesmo, até a próxima extreme make over, enquanto isso, me falem aqui se preferiram ruiva ou loira mesmo 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *