Eu e a saga dos cílios postiços…

… Que ainda continua

Sempre que via na TV, ou nas publicidades de máscaras para cílios – nunca tive duvida que aquilo tudo não era apenas o querido rímel que fazia – ficava encantada com aqueles postiços que deixavam o olhar magnífico. Mas, mesmo achando lindo e maravilhoso, não tinha coragem de me arriscar, então eram camadas por cima de camadas, dos mais variados tipos de máscaras para, finalmente, meus cílios aparecerem, pois eles quase não existem.

Eis que, um belo dia, resolvo aderir ao curvex. Mais um artifício para ajudar a dar aquele up no olhar. Nas minhas compras loucas pela internet (assunto para outro post) comprei um que vinha com um par de postiços e uma mini cola de brinde. Toda, toda fui testar. Gente, desastre total. Esqueci de mencionar que sou a pessoa mais desajeitada e desastrada desse mundo, eu não nasci, eu cai no mundo, hahahaha… Foi cola para todos os lados, tudo torto e fora do lugar. Então desisti. A cola virou água e os tufinhos foram parar no lixo.

Alguns tipos de cílios: Tufos; cheio e comprido no canto externo; cheio; cerdas cruzadas; espaçados; curto nas extremidades e longo na parte central
Alguns tipos de cílios: Tufos; cheio e comprido no canto externo; cheio; cerdas cruzadas; espaçados; curto nas extremidades e longo na parte central

Daí, sempre que via uma amiga com os seus lindamente colocados fica pensando na minha falta de destreza e também pensava que se consegui aprender a fazer o olho gatinho, por que não conseguiria os cílios? Até que outro dia precisei fazer uma pesquisa para o trabalho, tudo em nome do jornalismo investigativo, fui finalmente ao tão falado Mundo do Cabeleireiro, aqui em Recife, onde moro há pouco mais de um ano. Pirei o cabeção com a quantidade de coisas. O pobre do visa, que devido a crise econômica mundial encontra-se congelado no fundo do congelador, ficou em polvorosa. Não resisti, comprei um parzinho, bem natural e, por mais absurdo que pareça, comprei COLA PRETA.

Ohhhhhhhhhhhhhhhhh!!! Minuto de silêncio.

O primeiro teste, como era de se esperar, foi trágico. Cola para todos os lados mais uma vez e agora preta. Mas desta vez não desisti. Passei uma semana inteira treinando. Chegava em casa do trabalho, ia direto colocar meus cílios e fazer meu lerê toda produzida. PEGA A DOIDA! Pois bem, não é que deu certo! Ainda não fica cem por cento, mas já dá para sair por ai fazendo carão. Criei minha própria técnica, adaptando com coisas que eu já tinha. Como a cola não vinha com aplicador e o bico não era à prova de Cirdele, usei um pincel de batom, bem fininho, que nunca usava e o estojo do meu primeiro par.

A técnica consiste em passar bastante cola, esperar secar um pouco, colocar no lugar, tirar (fazendo ponto de colagem no olho) e depois coloco novamente. Primeiro no centro e depois com a ajuda de uma pinça, com muito cuidado, grudo os cantos. Ao final, delineador e lápis por dentro do olho. Na hora de colar os naturais já estão com rímel, aperto um pouco para “unir” os dois, e não passo mais nada. Ah, lembrando que antes da cola tem que medir, para ficar no tamanho exato do olho e dar uma dobradinha, para pegar legal no centro do olho.

Meu olhar 43
Meu olhar 43

Esqueci de fazer foto dos cílios que usei, pois depois de muito teste eles foram parar no lixo, e não lembro nem o nome da marca. Só sei que custaram a fortura de 15 reais, lá no Mundo do Cabeleireiro. Agora vou comprar mais pares, e também a cola branca para testar. No futuro, mais resultados.

Para ver uma gama de opções e suas devidas descrições é bom dar uma conferida no site da MAC.

2 thoughts on “Eu e a saga dos cílios postiços…

  1. Gabriela says:

    Meu sonho: ter uma linda noite de descanso (só sonho), acordar super disposta, fazer uma bela maquiagem e finalizar com um power cílios postiço.

    Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: