Munique, sua história e a Oktoberfest…

Bem pessoal, continuando as minhas, ou melhor, as nossas viagens pela Alemanha (Deutschland), hoje mostro mais uma linda cidade daqui. Desta vez, uma que é conhecida mundialmente pela sua principal festa anual: a Oktoberfest. Então, já sabem de qual cidade estou falando? Kkkkk…

Pois bem, no Carnaval deste ano optamos por conhecer um pouco mais além na região. Viajamos por 485 km, saindo daqui de Dillingen/Saar para Munique (München), que fica no sul da Alemanha, as margens do Rio Isar. Foram apenas três dias, pois tivemos que dividir e ir conhecer também  um Campo  de Concentração que fica nos arredores de Munique, a linda e aconchegante cidade Dachau e, na volta para casa, já no terceiro dia, paramos ainda em Stuttgart, para conhecermos o Museu da Mercedez Benz.

Conhecendo um pouco a cidade de Munique, na Alemanha, e um pouco da oktoberfest

Hoje vamos falar apenas sobre Munique, para a a próxima semana fica o restante da viagem: Dachau e Stuttgart.

Bem, Munique é a bela capital da Baviera, e é a terceira maior cidade da Alemanha, perdendo apenas para Berlim e Hamburgo. Cerca de 1,4 milhões de pessoas vivem dentro dos limites da cidade. Muitos turistas que vêm à Munique ficam absolutamente espantados com a qualidade da arquitetura e, embora tenha sido muito danificada pelos bombardeios aliados durante a Segunda Guerra Mundial, muitos de seus edifícios históricos foram reconstruídos.

passeando pela rua mais chique de Munique, Maximikianstrse

um dos prédios da rua Maximikianstrse onde podemos encontrar lojas como Dior, Vuitton, Chanel e outras.

casa dos artistas de munique

igreja ao lado da neues rathaus na marinplatz

museu nacional de munique

estátua de maximilian II

Munique é surpreendente: rica em museus, parques, restaurantes, praças e ruas históricas, e não esquecendo o Reich (Adolph  Hitler) andou muito por lá… A cidade sediou os Jogos Olímpicos de Verão de 1972, onde ocorreu o terrível atentado que mataou integrantes da equipe olímpica Israelense, alguém lembra disto?  “Massacre de Munique”, é só clicar aqui quem deseja  ler um pouco sobre essa história trágica e marcante na época.

metrô de munique

caixa eletrônico para poder usar o banheiro  na estação central

munique residenz que serviu de sede do governo nos anos de 1508 a 1918

ônibus elétrico em munique

rathaus-glockenspiel, relógio e carrilhão com figuras animadas

nova câmara municpal de munique localizada em marienplatz

por munique na alemanha

parlamento estadual de munique

jardim Inglês em Munique

Uma coisa é certa, visitar Munique é uma volta ao passado, dos grandes imperadores e reis que marcaram  a história da Alemanha, mas deixo um aviso,Munique é a cidade mais cara da Alemanha e o preço dos hotéis deixa qualquer turista maluco, especialmente na época da Oktoberfest fim de setembro/até primeira semana de outubro.

Conseguimos visitar alguns pontos importantes, mesmo com pouco espaço de tempo, e ainda ficou muito coisa para conhecer, então aconselho que venham com tempo suficiente se quiserem realmente conhecer a fundo cidade.

marco no centro da praça da Oktoberfest

por munique...

munique

weihenstephan, a cerveja mais antiga do mundo em funcionamento, foi fundada em 1040

canecas alemãs

carnaval em munique

Segue aqui uma listinha de pontos interessantes para conhecer:

–  A Weihenstephan é a cervejaria mais antiga do mundo ainda em funcionamento, fundada em 1040;

– Marienplatz – Praça de Maria ou Praça de Nossa Senhora;

– Frauenkirche – Igreja de Nossa Senhora;

– Peterskirche – Igreja de São Pedro;

– Nymphenburg Palace – Palácio de Nymphenburg;

– Englischer Garten – Jardim Inglês;

-Allianz  Arena ;

– Theatinerkirche (Igreja);

– Zoológico Hellabrun;

– Cervejaria Hofbräuhaus;

– Olympiapark – Parque Olímpico;

– Maximilianeum (Palácio);

– Feldherrenhalle (Salão dos Heróis);

– Residenz (Residência Real);

– O bairro boêmio e universitário Schwabing e muitos outros..

ah, uma curiosidade que não sabia sobre a Oktoberfest. “A primeira edição aconteceu em 1810 e, durante estes mais de 200 anos, a festa foi cancelada 24 vezes, durante e depois das 1° e 2° Guerras Mundiais, e por causa de epidemias de cólera nos anos de 1854 e 1873”.   Eu imaginava que era eventos recentes, kkkkkkkk, e não tão antigos!

Espero que tenham gostado de mais esta viagem, aguardo vocês na próxima parada/publicação.

Abraços.

Veronnika Vaz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *